Publicações Populares

Escolha Do Editor - 2019

Deneen deixando Georgetown para uma universidade católica

Grandes notícias da academia conservadora: o cientista político Patrick Deneen está saindo de Georgetown para Notre Dame. Ele escreve na Front Porch Republic:

Existem duas razões principais para a minha decisão. A primeira razão diz respeito amplamente ao sentido do meu lugar em Georgetown. Nos sete anos desde que entrei para o corpo docente em Georgetown, me vi muitas vezes em desacordo com a trajetória e muitas decisões da universidade. Em 2006, fundei o Tocqueville Forum como uma organização do campus que ofereceria uma perspectiva diferente, uma centrada nos fundamentos morais do aprendizado liberal que são uma condição prévia para a existência continuada da democracia liberal e que se baseia na profunda sabedoria contida em a tradição humanista católica. O contraste entre sua recepção por um grande número de estudantes, por um lado, e meus colegas tem sido impressionante, revelador e muitas vezes decepcionante. Apesar de sua programação extraordinária e reputação nacional construída nos últimos seis anos, nunca foi adotada ou apoiada pela universidade. Seus eventos - recebidos com entusiasmo e participação robusta dos alunos - raramente foram assistidos por colegas, sejam eles docentes ou administrativos. De fato, sua presença e realizações nunca foram reconhecidas em público nem em parte pela liderança da universidade. Isso não teria sido uma situação ruim por si só, pois eu não buscava nem esperava o apoio da liderança da Universidade. No entanto, ao longo dos anos, tem sido cada vez mais evidente para mim que tenho muito poucos aliados e amigos em outros lugares da faculdade para se juntar a mim neste trabalho, e poucas perspectivas de que a trajetória de contratação de professores mude. Senti-me isolado do coração da instituição onde dediquei tantas horas e minha paixão. Com o tempo, descobri que estava sozinha em Georgetown.

Notre Dame me recrutou explicitamente porque eles me consideram alguém que pode contribuir significativamente para sua missão e identidade, particularmente a identidade católica da instituição. Enquanto a administração e o corpo docente de Notre Dame estavam fortemente entusiasmados com a perspectiva de eu ingressar em suas fileiras, a resposta da administração de Georgetown para me reter foi morna. Foi uma conclusão difícil e decepcionante reconhecer que meu trabalho em Georgetown foi mais apreciado e apoiado pela liderança e um amplo leque de professores na comunidade de Notre Dame do que no de Georgetown.

Como amigo de Patrick, essa notícia não é exatamente um choque, mas deve ser chocante para o mundo do ensino superior católico. Georgetown acabou de perder uma de suas jovens estrelas acadêmicas mais brilhantes porque não era católica o suficiente. Ele está indo para Notre Dame porque é uma universidade católica onde não há problema em ser autenticamente católico. Bom para ele.

A segunda razão para a partida de Patrick é muito a Front Porch Republic. Leia o post dele para descobrir o que é.

Deixe O Seu Comentário